O Caminho mais perto do amor é ele próprio!

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Tudo de novo




Quando eu ouvi aquela velha música,
E meus pensamentos voaram direto pra você, sem que eu soubesse o porquê,
Eu percebi que, por mais que eu tentasse,
Minha vida não faria mais sentido - não sem a sua junto.
Por um breve instante, meu coração se aqueceu
E se encheu de alegria - como não fazia há muito tempo -
Ao lembrar de como você me fazia bem, como você me entendia, como me fazia rir.
Pensar nisso, machuca.
Tantas coisas que eu queria ter dito, tantas perguntas que eu deveria ter feito...
Eu posso ter estado longe,
Mas em momento nenhum, deixei de pensar em você.
Sempre pensando se você estava bem; se estava realmente feliz;
Se sentia a minha falta, tanto quanto eu sentia a sua.
Se você me desse mais uma chance,
Eu te diria que estaria com você, que eu estaria pra ficar;
Pra te ajudar, como eu deveria ter feito antes.
Mas então tudo ficou escuro,
Quando eu lembrei que isso era apenas uma lembrança,
E que nunca mais voltaria a acontecer.
Apenas uma memória.
O frio me envolveu e eu encarei a paisagem morta à minha frente.
É estranho, o pôr-do-sol sempre me lembra o que estar por vir:
O quão vai ser difícil passar mais uma noite, longe de você;
Lembrando do que eu te fiz e pensando,
Incansavelmente, se você algum dia você vai me perdoar.


"Se você quer partir, saiba que levará meu coração contigo;
Se decidi ficar, eu farei da sua vida, uma cópia quase perfeita do paraíso."

Nenhum comentário:

Postar um comentário